Terça-feira, 1 de Abril de 2014

Hora do Conto: A Pequena Sereia

No mar alto a água é azul e transparente como cristal, mas é tão profunda que nem se pode lançar âncora. No local mais profundo ergue-se o castelo do Rei do Mar. É viuvo e vive com seis princesas das sereiras pequeninas. A avó encarregou-se da educação das sereias. A sereia mais nova era a mais bela de todas, tinha uma pele fina e transparente e olhos azuis como o oceano profundo. Ela gostava de ouvir a avó falar do mundo dos humanos.

 

- Quando tiveres quinze anos - disse-lhe a avó- poderás ir até à superfície, sentar-te nos rochedos sob a luz do luar ver passar os grandes navios que navegam, as florestas e as cidades!
Chegou o dia! A avó preparou-a. Colocou sobre os seus cabelos uma coroa de lírios brancos e atou oito ostras à sua cauda. Viu um grande navio de três mastros, com uma única vela largada, pois não soprava nem aragem. Havia luzes e música. A pequena sereia nadou até à janela do salão do navio e reparou no jovem príncipe de olhos negros. Era o seu aniversário e havia uma grande festa. Que belo que era o Príncipe!
De repente, apareceu uma tempestade e o navio naufragou. A pequena sereia nadou para salvar o jovem Príncipe. Agarrou-o mesmo a tempo levando-o até uma enseada onde o deixou na areia. A pequena sereia afastou-se e escondeu-se atrás de um rochedo para ver o que acontecia ao belo Príncipe.
A pequena sereia, desejosa de conhecer melhor os humanos, perguntou à sua avó se eles morriam.
- Sim, morrem como nós, mas vivem menos. Nós vivemos trezentos anos e quando deixamos de existir aqui transformamo-nos em espuma do mar. A nossa alma não é imortal, mas os homens têm uma alma que vive para sempre - explicou-lhe a avó.
Um dia, decidiu ir procurar a Bruxa do Mar, de quem sempre teve medo, mas que talvez a pudesse ajudar.
- Sei muito bem o que desejas - disse-lhe a Bruxa do Mar. - És bem tola! Mas a tua vontade será feita, já que ela te tratá infelicidade, minha bonita princesa.
A Bruxa do Mar avisa a pequena sereia que, uma vez que ela se torne humana, nunca mais poderá voltar ao oceano e que ao beber a poção ela se irá sentir como se tivesse mil espadas a trespassar-lhe o corpo, mas quando se recuperar iria ter um par de pernas capazes de dançar como nenhum outro humano.
- Se não conquistares o amor do Príncipe, nuca terás uma lama imortal. Na manhã do dia em que ele se casar com outra o teu coração tornar-se-á espuma do mar. E para que te possas transformar em humanos tens me dar a tua voz, a masi bela do reino - disse a Bruxa do Mar.
A pequena sereia bebeu a mistura que a Bruxa do Mar lhe dera. Logo que começou sentir a sua cauda a rachar-se em duas, desmaiou. Quando acordou, o jovem príncipe estava ao seu lado. O príncipe pegou-lhe na mão e levou-a até ao palácio. Quando lhe vestiram os vestidos de seda mais belos do mundo, ela tornou-se a mulher mais bela do palácio.
Um dia chegou ao palácio a notícia do casamento do Príncipe com a filha de um rei vizinho. O navio real entrou no porto do capital do reino vizinho. O príncipe casou-se com a filha do rei vizinho, deixando a Pequena Sereia de coração partido. A pequena sereia ficou desesperada, desiste de tudo e só pensou na sua morte. Mas, antes da madrugada, as suas irmãs aparecem com uma faca de prata que a Bruxa do Mar lhes deu em troca dos seus longos cabelos. Se a Pequena Sereia esfaquear o príncipe com a faca e deixar o sangue dele cair sob os seus pés, ela iria voltar a ser uma sereia e o seu sofrimento iria acabar.
A Pequena Sereia não tem coragem para matar o príncipe enquanto ele dorme deitado ao lado da sua esposa e, ao chegar a madrugada, ela atira-se para o mar. O seu corpo transforma-se em espuma, mas em vez de desaparecer, ela sente o calor do sol; ela tinha-se tornado num espírito, uma filha do ar. Os outros espíritos contam-lhe que ela se tornou num devido ao seu esforço e dedicação ao tentar ter uma alma eterna.
@SAPO Timor-Leste


publicado por sapotl às 13:03
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

post foun

Pasatempu "TT Toke Stars"

Passatempo "TT Toke Stars...

Reuniaun komunidade portu...

Regulamento do Passatempo...

Regulamentu hosi Pasatemp...

Ami Muda Ona Fatin

II Semináriu kona-ba Dire...

II Seminário sobre Direit...

Lusoafinidades - Concerto...

Luke Alkatiri felicita o ...

arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds